ENSINO RELIGIOSO APROVADO NAS ESCOLAS PÚBLICAS

Nesta quarta-feira, 27, o STF (Supremo Tribunal Federal), por 6 votos a 5, aprovou que o ensino religioso nas escolas públicas pode ter natureza confessional, isto é, que as aulas podem seguir os ensinamentos de uma religião específica. A medida envolve o ensino fundamental das escolas públicas, com alunos de 9 a 14 anos. A ação estabelece também que a matrícula na disciplina seja facultativa. Ou seja, caso o aluno não tenha interesse ou a família não queira, ele pode se recusar a assistir à aula sem sofrer prejuízos de notas e/ou frequência.

Compartilhe com seus amigos!