Ex-aluno deixa mortos e feridos em escola nos EUA

Ex-aluno de 19 anos que tinha um rifle AR-15, foi detido em escola nos Estados Unidos, nesta quarta-feira (14).

Foi confirmado a morte de 17 pessoas, entre estudantes e adultos, além deles, hospitais da região receberam mais 14 pacientes. O suspeito do tiroteio também foi levado ao hospital, sob custódia da polícia.

Quem é o ex-aluno?

O atirador foi identificado como Nikolas Cruz, um ex-aluno da Stoneman Douglas High School. Ele tem 19 anos e, segundo as autoridades, tinha sido expulso da escola por motivos disciplinares. Ele portava um rifle AR-15 e agiu sozinho.

O jornal “Miami Herald” conversou com professores e alunos que conhecem Cruz e dizem que ele era considerado uma pessoa problemática, que ameaçava colegas e não tinha autorização para entrar no prédio portando mochilas. Segundo o professor de matemática Jim Gard, o jovem chegou a receber uma solicitação para deixar o local no ano passado.

Como aconteceu? 

Pouco antes do final das aulas, 14h30, o alarme de incêndio foi disparado e em seguida os tiros começaram.

No mesmo dia já havia sido realizado um treinamento de incêndio na escola, quando o alerme de incêndio soou todo mundo pensou que era um outro treinamento.

Um esquadrão anti-bombas está vasculhando a escola como medida de precaução. Segundo a CNN, os examinadores e policiais só terão acesso à escola depois que essa varredura termine.

Reação de Trump 

O presidente dos EUA, Donald Trump, foi informado sobre o incidente. Em mensagem postada no Twitter, ele ofereceu condolências às famílias das vítimas. “Nenhuma criança, professor ou qualquer pessoa deveria se sentir inseguro em uma escola americana”, disse.

Compartilhe com seus amigos!