MENINO DE 13 ANOS DESCOBRE TESOURO DE REI NA ALEMANHA

Depois da descoberta de um menino de 13 anos e um arqueólogo amador na ilha alemã de Rügen. Especialistas encontraram um tesouro que pode ter pertencido há mais de mil anos ao rei Haroldo “Dente-Azul”, que introduziu o cristianismo na Dinamarca.

O tesouro é composto de centenas de peças, pérolas, um martelo, escovas e anéis, informou nesta segunda-feira a agência alemã DPA, que cita o arqueólogo amador René Schön e o escritório arqueológico regional.

Schön e o estudante Luca Malaschnitchenko descobriram uma peça em janeiro utilizando um detector de metais em um campo na localidade agrícola de Rügen, uma ilha do norte da Alemanha, banhada pelo Mar Báltico. Os jovens conseguiram extrair fragmentos de moedas da terra e imediatamente perceberam que tinham encontrado algo. E as autoridades locais realizaram a escavação do tesouro em 14 e 15 de abril.

Cem peças parecem datar do reinado de Haroldo I (910-987), um rei unificador que rejeitou as crenças vikings e iniciou a cristianização da Dinamarca.

Há também peças mais antigas, de lugares remotos, como um Dirham de Damasco transformado em jóia e que data de 714.

 

Haroldo “Dente-Azul” é uma figura histórica importante para a história nórdica. É em sua homenagem que a tecnologia de comunicação “Bluetooth” foi batizada.

Fonte: Diário Catarinense

Compartilhe com seus amigos!