Pílulas para o câncer e sua comercialização

Com uma substancia chamada fosfoetanolamina em sua composição as pílulas que estão em fase de estudos buscam a cura do câncer, porém sua venda seria feita como suplemento alimentar. Apesar de o desenvolvimento estar indo bem em sua primeira fase, ainda não há comprovação de total eficácia, sendo assim sua venda é feita apenas como suplemento alimentar. Em Março esta definido como prazo para inicio das vendas em um e-commerce na Flórida.

Há divergências de opinião, alguns dizem que comercializar neste momento é útil por evitar distúrbios metabólicos de forma preventiva. Apesar de não ser vendida como “pílula para o câncer” sua propaganda conta com uma mulher sem cabelos como imagem principal, remetendo a lembrança das mulheres que sofreram com câncer.

Porém também existem opiniões contrarias que indicam a desvalorização do estudo e até que se deve primeiramente esperar o término de mais alguns estudos clínicos, estes que podem levar em média de mais dois anos. De fato o importante é que os estudos estão seguindo a diante e em evolução.

Compartilhe com seus amigos!